/HOMEM RECUPERA JAGUAR 1967 ROUBADO HÁ 46 ANOS

09/10/2015

jaguar3

 

O Escritório de Alfândegas e Proteção Fronteiriça de Los Angeles mostrou ao seu dono um Jaguar conversível de 1967 que foi roubado há 46 anos e tinha sido embarcado há um mês com destino à Holanda.

Há quase meio século, em uma rua de Manhattan, o advogado Ivan Schneider, hoje com 82 anos, perdeu uma de suas posses mais prezadas, um Jaguar XKE modelo 1967. As esperanças de voltar a ver seu automóvel desapareceram há tanto que ele já nem lembra, mas como se fosse um milagre, as autoridades de Los Angeles encontraram o Jaguar em agosto deste ano e Schneider pôde vê-lo novamente. O roubo do Jaguar marcou a vida de Schneider. Por trás do volante deste conversível percorria as ruas nova-iorquinas a mais de 160 km/h. Por isso, quando o roubaram, pensou que perdeu uma parte de sua vida.

jaguar4

 

Mas Schneider voltou a ver a seu amigo. E, embora agora não acredite que vá conduzi-lo a grande velocidade, investirá mais de US$ 60 mil para restaurá-lo e levá-lo a sua casa na Flórida.

O milagre deste reencontro se deu graças ao trabalho de uma equipe de busca de carros roubados composta por diferentes agências federais e da Patrulha Rodoviária da Califórnia. Esta equipe formada há 20 anos se dedica a inspecionar os automóveis que são enviados para fora dos Estados Unidos.O Jaguar XKE tinha sido embarcado no mês passado para a Holanda e as autoridades conseguiram deter o desembarque e trazer o carro de volta a Los Angeles.

jaguar1 (1)

 

De acordo com Javier Larios, um dos agentes da equipe de recuperação de carros roubados, a pessoa que importou o Jaguar o tinha comprado a poucos meses, motivo pelo qual a investigação se concentra agora no dono anterior, que aparentemente o teve em seu poder por mais de 40 anos.

“Esta equipe de investigação não deixa nenhum fio solto e podemos seguir uma pista desde o Departamento de Motores e Veículos até uma reivindicação a um seguro de automóveis”, explicou Larios à Agência Efe.

“Os milagres são possíveis e o governo fez um trabalho muito bom”, comemorou Schneider, que agora batizará seu Jaguar como “O achado”. “Estou trazendo meu Jaguar outra vez a Nova York e estou disposto a gastar tudo o que seja necessário para poder conduzir e vê-lo lindo outra vez. Esse é meu presente de natal”, concluiu.

[Fonte/Texto: Auto Esporte (g1.globo.com)]

Comentários